A alimentação ideal para os bebés a partir dos 12 meses

Após o 1.º ano de vida, o bebé pode começar a fazer algumas refeições com a restante família. No entanto, deve ter em atenção tudo o que diz respeito à nutrição infantil. Comer as mesmas refeições que os adultos, só é apropriado se os pais também fizerem uma alimentação saudável e equilibrada.
Humana - Kleiner Junge als Gewichtheber

kid eating an apple

Os bebés nem sempre obtêm nutrientes suficientes

Infelizmente, os bebés nem sempre obtêm todos os nutrientes de que necessitam para o seu desenvolvimento saudável. Nutricionistas independentes constataram que, muitas vezes, não são fornecidos os alimentos adequados aos bebés entre os 12 e 36 meses. É comum ingerirem pouco ácido alfa-linolénico (ALA), vitamina D, iodo e ferro*, por outro lado, existe um excesso de proteínas** nas refeições feitas em casa.

 

* Heseker/Mensink: Ernährungsbericht DGE 2008, 49-93.

** For the formulation of our Miltina Probalance 3 we adhere to the recommendations of the Deutschen Gesellschaft für Kinder- und Jugendmedizin (DGKJ 2011). For the selection of recommended nutrients see the Monatsschrift für Kinderheilkunde 2011 – 159: 981-984.

Questões sobre a alimentação? Nós temos as respostas!

  • Porque é que o meu bebé não deve ingerir demasiadas proteínas?
    Porque é que o meu bebé não deve ingerir demasiadas proteínas?

    Diversos estudos indicam que a ingestão de proteínas em excesso, nos dois primeiros anos de vida do bebé, aumenta o risco de vir a sofrer de obsidadee a longo prazo.** e frequentemente, os bebés entre os 12 e os 36 meses, ingerem demasiadas proteínas ao consumirem o leite de vaca normal. Para uma alimentação nutricionalmente saudável e variada, para os bebés a partir dos 12 meses, é recomendado uma Fórmula láctea de crescimento, reduzindo assim para metade, a ingestão de proteínas, quando comparado com o leite de vaca normal – sendo o mais adequado para as necessidades nutricionais dos bebés.

     

    *EFSA (European Food Safety Authority). Scientific Opinion on nutrient requirements and dietary intakes of infants and young children in the European Union. (2013). EFSA Journal. 11(10):3408

    **Koletzko B, von Kries R, Closa R, Escribano J, Scaglioni S, Giovannini M et al (2009). Lowerprotein in infant formula is associated with lower weight up to age 2 y: A randomized clinical trial. Am J Clin Nutr 89(6):1836–1845.

    Weber M, Grote V, Closa-Monasterolo R, Escribano J, Langhendries JP, Dain Eet al (2014). Lower protein content in infant formula reduces BMI and obesity risk at school age: Follow-up of a randomized trial. Am J Clin Nutr 99(5):1041–1051.

  • Porque é que o cálcio e a vitamina D são tão importantes?
    Porque é que o cálcio e a vitamina D são tão importantes?

    A vitamina D e o cálcio são importantes para o normal desenvolvimento dos ossos. Diversos estudos demonstraram que os bebés entre os 12 e os 36 meses, geralmente apresentam défice de vitamina D no sangue.* 

     

    * Braegger C, Campoy C, Colomb V, Decsi T, Domellof M, Fewtrell M, Hojsak I, Mihatsch W, Molgaard C, Shamir R, Turck D, and van Goudoever J on behalf of the ESPGHAN Committee on Nutrition. Vitamin D in the healthy European paediatric population. (2013). Journal of Pediatric Gastroenterology and Nutrition, 56(6):692-701.

    Reinehr T et al. (2018). Vitamin-D-Supplementierung jenseits des zweiten Lebensjahres. Gemeinsame Stellungnahme der Ernährungskommission der Deutschen Gesellschaft für Kinder und Jugendmedizin (DGKJ e.V.) und der Deutschen Gesellschaft für Kinderendokrinologie und Diabetologie (DGKED e.V.). Monatsschr Kinderheilkd 2018 · 166:814–822.

  • Porque é que a vitamina A é essencial numa alimentação saudável?
    Porque é que a vitamina A é essencial numa alimentação saudável?

    A vitamina A é uma das vitaminas lipossolúveis e contribui para o desenvolvimento celular e da visão. Além disso, é importante para a resposta imunitária do organismo. A vitamina A torna o seu bebé menos susceptível a infeções porque protege a pele e as membranas mucosas, reforçando assim a barreira intestinal contra germes e vírus. Ao mesmo tempo, promove a atividade dos glóbulos brancos e a produção de anticorpos.* Em resumo: a vitamina A contribui para o reforço do sistema imunitário e é, por isso, essencial na alimentação do bebé.

     

    *EFSA (European Food Safety Authority). Scientific Opinion on nutrient requirements and dietary intakes of infants and young children in the European Union. (2013). EFSA Journal. 11(10):3408
    European Food Safety Authority (EFSA). Scientific Opinion on Dietary Reference Values for vitamin A. (2015c). EFSA Journal. 13(3):4028.

  • Qual a importância do ácido alfa-linolénico (ALA) no cérebro e nas células?
    Qual a importância do ácido alfa-linolénico (ALA) no cérebro e nas células?

    Todas as novas experiências por que passa o seu bebé nos primeiros anos de vida, aceleram o seu cérebro e as suas células nervosas. O ácido alfa-linolénico (ALA) desempenha aqui um papel importantíssimo. O ALA não é apenas um importante elemento constituinte das membranas celulares, como é também o precursor de muitos ácidos gordos essenciais e bactérias benéficas de sinalização, que são vitais para o desenvolvimento do sistema imunitário dos bebés. Portanto, o ALA é um elemento essencial de uma alimentação saudável.* Como o organismo do bebé não consegue produzir em quantidades suficientes o ALA, este ácido gordo tem de provir de outras fontes alimentares. 

    * Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar. Scientific Opinion on the essential composition of infant and follow-on formulae. EFSA Journal 2014;12(7):3760.

  • Como posso saber que o meu bebé está a tomar a quantidade correta de ferro?
    Como posso saber que o meu bebé está a tomar a quantidade correta de ferro?

    Para prevenir a falta de ferro, evite dar leite de vaca, ao seu bebé até aos 3 anos de idade. Se o fizer, a quantidade deve ser limitada a uma ou duas chávenas por dia. O leite de vaca normal tem um baixo teor de ferro e a sua ingestão excessiva pode impedir a absorção de ferro e originar o défice deste nutriente.* Não dê mais de 500 ml de leite ou produtos lácteos por dia ao seu bebé.** 

    * Ernährungskommission der Deutschen Gesellschaft für Kinderheilkunde und Jugendmedizin (DGKJ), Bührer C, Genzel-Boroviczény O, Jochum F, Kauth T, Kersting M et al (2014). Ernährung gesunder Säuglinge. Empfehlungen der Ernährungskommission der Deutschen Gesellschaft für Kinder-und Jugendmedizin. Monatsschr Kinderheilkd 162:527–538.

    Suthuvoravut U, Abiodun P, Chomtho S, Chongviriyaphan N, Cruchet S, Davies P et al (2015). Composition of follow-up formula for young children aged 12–36months: Recommendations of an international expert group coordinated by the nutrition association of Thailand and the early nutrition Academy. Ann Nutr Metab 67(2):119–132.

    ** Alexy U, Hilbig A (2016): Update Säuglingsernährung. Ernährungsumschau Jg. 63 (12): M716-723.

  • Qual a importância de prevenir a falta de iodo nos bebés?
    Qual a importância de prevenir a falta de iodo nos bebés?

    A falta de iodo nos bebés entre os 12 e os 36 meses, pode reduzir as capacidades cognitivas e motoras. Assim, é particularmente importante nesta fase da vida do bebé, uma ingestão adequada de iodo.* Estudos recentes mostram, que cerca de 50% dos bebés com menos de dois anos de idade têm muito pouco iodo no organismo.** 

     

    * World Health Organization (WHO) and Food and Agricultural Organization of the United Nations (FAO). Vitamin and mineral requirements in human nutrition. (2004). Available at: www.who.int/nutrition/publications/micronutrients/9241546123/en/.

    ** Thamm M, Ellert U, Thierfelder W, Liesenkotter KP, Volzke H (2007). Iodine intake in Germany. Results of iodine monitoring in the German Health Interview and Examination Survey for Children and Adolescents (KiGGS). Federal Health Bulletin-Health Research-Health and Safety 50:744–749.

Como devo fazer para satisfazer as necessidades nutricionais do meu bebé

Devido ao seu rápido crescimento, os bebés ente os 12 e os 36 meses têm elevadas e especificas necessidades nutricionais. As seguintes recomendações podem ajudar a alimentar o seu bebé de uma forma equilibrada e adequada à idade durante esta importante fase do seu desenvolvimento:*

*Fonte: Alexy U, Clausen K, Kersting M (2008): Die Ernährung gesunder Kinder und Jugendlicher nach dem Konzept der Optimierten Mischkost. Ernährungsumschau , 55. Jg. Band 3, 168-177.

Dica: Não dê todos os dias carne ao seu bebé, em vez disso, alterne entre diferentes alimentos ricos em proteínas.

baby sitting in the middle of the fields and eating strawberry

Receitas simples e deliciosas para os grandes e para os mais pequenos

O seu bebé gosta de provar novos alimentos, todos os dias? Elaborámos algumas receitas de fácil preparação e nas quais pode incluir, por exemplo as nossas Fórmulas lácteas de crescimento Miltina Probalance 3. Todas as nossas receitas são preparadas sem açúcar, para que o seu bebé possa desfrutar delas sempre que lhe apeteça. O melhor de tudo? Não só são deliciosas para o bebé, como também são do agrado de toda a família.

Esperamos que aproveite e se divirta cozinhando!

Isto também pode ser do seu interesse

  • O que está a acontecer dentro da cabecinha do meu bebé?
  • Ideias giras para atividades educativas com bebés entre os 12 e os 36 meses
Desenvolvimento de crianças
Humana - kleiner Junge als Klavierspieler
Aqui, quem manda sou eu!

Claro, o seu bebé está a ficar crescido. Mas o que vai dentro da sua cabecinha? Saiba mais sobre o desenvolvimento dos bebés ente os 12 e os 36 meses.

Mais informação
Projetos DIY
Humana Kleinkind als Malerin
Ideias giras para atividades lúdicas e educativas

Pintar com os dedos desperta a curiosidade e a criatividade. O seu bebé pode começar de imediato sem precisar de um pincel.

Mais informação

pais felizes ao verem o bebé dar os primeiros passos

Estamos aqui para ajudá-los!

Se tiver alguma dúvida sobre os nossos produtos entre em contato connosco, teremos todo o gosto em ajudá-los e aconselhá-los.

Contacte-nos